Mentoria 2016: três histórias em uma!

Há alguns dias, decidi fazer este post para mostrar alguns resultados do primeiro semestre da mentoria, ao mesmo tempo que abro as inscrições para o segundo semestre. Para saber mais sobre os cursos que ofereço, clique aqui. Não por acaso, escolhi mostrar o resultado destas três alunas: Luisa, Lucia e Eliane. Primeiro, vou contar a história de cada uma delas, mostrar seus depoimentos e as montagens com suas fotos “antes e depois” da mentoria. Depois vou contar o motivo dessa escolha e o que elas têm em comum.

Luisa Fernandes: 

Quando Luisa começou a mentoria, seu único equipamento era uma câmera compacta, que ela usava no modo automático. Estava muito insatisfeita com suas fotos, que muitas vezes ficavam escuras e sem foco. Lembro que me contou que fazia mais de 30 fotos de uma cena para depois aproveitar somente uma, se tivesse sorte. Seu objetivo, como me disse ao se inscrever, era fazer fotos lindas de sua família. Ela já tinha uma menininha e estava à espera da segunda. Nos primeiros dias, ajudei Luisa a configurar e entender as funções do equipamento. Ao mesmo tempo que explorávamos a parte técnica, trabalhávamos o entendimento da luz e da linguagem fotográfica. Logo os resultados foram aparecendo nas fotos e sendo percebidos não apenas por ela, mas também por sua família e amigos. Entusiasmada, ela decidiu investir em uma câmera reflex, pois tinha crescido além das possibilidades que sua compacta oferecia e se frustrava com essas limitações. Nesse momento, alguns dias antes do previsto e antes de terminarmos a mentoria, sua pequena nasceu, linda como a irmã, e fizemos uma pausa no curso. Quase dois meses após o nascimento, ela voltou para finalizar, já com sua nova câmera, que eu ensinei a usar e a adaptar o conhecimento recém adquirido à sua nova realidade. É com muito orgulho que mostro o resultado de Luisa, que alcançou seu objetivo com louvor, fazendo fotos lindíssimas da sua família!

A seguir, o depoimento de Luisa sobre o curso:

Adorei a Mentoria! Aprendi tanto e o resultado é visivelmente maravilhoso! Luciana Prado é virtuosa como fotógrafa e também como mentora: suave, com muita paciência e bom humor.
Todos os ensinamentos foram transmitidos de forma didática, mesclando técnica e arte, e com muito amor.
Só tenho a agradecer!

luisaantesedepois
Clique na foto para ver maior.

Lucia Rosenblatt:

Quando Lucia me procurou para fazer a mentoria, disse que já há alguns anos acompanhava e admirava meu trabalho aqui no blog. Inicialmente, seu objetivo era aprimorar as fotos que fazia da família, mas a longo prazo tinha vontade de trabalhar com fotografia. Logo após se inscrever, entrou em contato novamente para dizer que sua mãe, que também gostava muito de fotografar, queria fazer o curso também e assim ela ocupou a última vaga de mentoria estendida do primeiro semestre. As duas fizeram a mentoria ao mesmo tempo, mas cada uma fez seu curso individualizado. Lembro que na época brinquei dizendo que poderiam trocar figurinhas!

Com o seu trabalho e a filha pequena, Lucia não tinha tempo sobrando, mas cada minuto livre do seu tempo era dedicado com muito afinco à mentoria. E não apenas isso, ela aparecia também como modelo em vários exercícios feitos pela sua mãe! E assim ela teve um crescimento enorme, e chega ao fim do curso com planos de seguir se dedicando para futuramente trabalhar com fotografia. Eu, muito orgulhosa do seu resultado, tenho certeza que ela terá muito sucesso!

A seguir, o depoimento de Lucia sobre o curso:

Inscrever-me para a mentoria foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. Para além de melhorar na fotografia, que é algo que gosto muito, eu estava muito precisando fazer algo por mim, me desenvolver em alguma coisa. A vida toda eu estudei e me dediquei a dança, culinária, adestramento de cachorro, línguas estrangeiras – sempre tive muitos interesses. Mas desde que a Bianca nasceu não consegui espaço para me dedicar a nada além dela e do meu trabalho, já que passo muitas horas fora por dia. Estava me sentindo sem assunto e sem motivação. A mentoria encaixou perfeitamente com uma flexibilidade de horário impossível de encontrar de outra forma e com uma orientação maravilhosa, já que eu não estava tendo disciplina para estudar nada sozinha. Muito bom sentir que estou produzindo e evoluindo. Além de uma super fotógrafa, Luciana é excelente professora. Suas aulas são sempre um prazer, e as críticas carinhosas e construtivas. Obrigada!

luciaantesedepois
Clique na foto para ver maior.

Eliane Rosenblat:

Eliane sempre gostou de fotografar a família! Ela tem três filhas e quatro netas, e devo dizer que suas meninas são muito sortudas por ter na família alguém tão disposta a registrar cada momento, com muita sensibilidade! Sua intenção na mentoria era evoluir na fotografia, que era e seguiria sendo um hobby. Eliane era incansável no curso, sempre pronta para fazer todos os exercícios pedidos, com muito empenho! Nos exercícios de análises de fotos, que fazemos muito na mentoria, sempre me encantava com sua capacidade de percepção, temperada por seu bom humor. Dávamos muitas risadas juntas também nas aulas de voz, que ela já disse que vão deixar saudades, e eu reitero aqui que vão mesmo! A seguir, o resultado de sua mentoria, que me enche de orgulho! Vejam que lindas as fotos que ela faz de sua família!

A seguir, o depoimento de Eliane sobre o curso:

Luciana, já curtia a sua página no facebook e sempre tive muita vontade de fazer uma mentoria com vc. Incentivada pela minha filha, Lúcia, e animada com a mentoria estendida, de três meses, resolvi me inscrever. Foi uma das escolhas boas que fiz nos últimos tempos! Foram três meses de muito trabalho, análise de fotos, ensaios fotográficos, sempre orientados e avaliados. A cada dia ficava esperando ansiosamente pela nova tarefa que estava por vir. Ah, as aulas de voz por Skype eram preciosas! Quantas perguntas e dúvidas da minha parte e quanta disposição da sua parte para resolvê-las! Vou sentir saudades da sua voz doce, Luciana! Você analisa uma foto como quem analisa uma obra de arte e nós, alunos, acabamos aprendendo a ter um olhar muito mais cuidadoso antes de fazer uma imagem. Após os três meses de curso, tenho a certeza de ter aprendido muito e de ainda ter muito mais a aprender. Já estou me planejando para uma nova mentoria em 2017. Agradeço a vcs Luciana e Vanessa, pela dedicação extrema durante o curso e pelo carinho e paciência sem fim em todos os meus momentos de dificuldade durante a mentoria. Já estou com saudades! Até breve!

elianeantesedepois
Clique na foto para ver maior.

 

Agora que já apresentei cada uma das três alunas, vocês devem estar se perguntando por que foram elas as minhas escolhidas para protagonizar este post. A resposta é simples: porque em cada uma dessas histórias, encontrei um pouco de mim mesma. E é essa identificação que me move e incentiva a fazer a mentoria.

Quando a Luisa fala da vontade de fazer fotos melhores de sua família, eu me reconheço, porque foi exatamente por isso que comecei. Não tinha pretensão de me tornar fotógrafa profissional, minha vontade era ser capaz de registrar em fotos a beleza que via. Comprei minha primeira câmera reflex poucos meses depois do nascimento da minha filha Luísa, há quase 18 anos. Vendo o entusiasmo de minha aluna com sua câmera nova, lembro-me como se fosse hoje do dia que comprei a minha, e dormi com ela nas mãos, lendo o manual!

À medida que os meses foram se passando, embora encantada com a maternidade, que vivi plenamente e com muita entrega e alegria, também sentia falta de me reinventar, de aprender algo novo, de enfrentar novos desafios, exatamente como a Lucia descreveu. E foi assim que comecei a trilhar um caminho de muito estudo e prática, que algum tempo depois me levou a ser fotógrafa profissional.

E aqui estou, mais de dez anos depois, emocionada pelas palavras da Eliane em nossa última aula de voz. Ela me disse: “Luciana, fotografia é uma parte importante da minha vida, eu amo poder registrar com qualidade minha família, meus amigos. Mas um outro grande prazer que a fotografia me traz é dividir esse interesse com minha filha Lucia, falar de fotografia com ela, trocar dicas e equipamentos. Essa é uma parte da minha vida que me faz muito feliz!” Impossível não me identificar, agora que minha filha caminha para a maioridade, e começa inclusive a participar de alguns dos meus trabalhos. Entendo perfeitamente o que a Eliane diz e a importância deste elo. Quando os filhos crescem e novos caminhos se abrem, afastando-os do “ninho”, é muito bom saber que essas novas escolhas nos aproximam. No meu caso, sei que teremos sempre a arte em comum, seja na fotografia, no vídeo, no cinema, no desenho ou na palavra escrita. Saber que posso dividir minha experiência com minha filha e me encantar com suas novas descobertas e olhares me deixa muito feliz.

E assim, nestas três mulheres, encontro um pouco da minha história e da sensibilidade essencial para escrever a vida com luz, seja por amor ou profissão, ou por amor e profissão! E através delas e de todos os meus alunos, tenho a chance de reviver este período tão maravilhoso que é o da descoberta da fotografia!

Para finalizar este post, segue o registro de um momento dos bastidores dos ensaios práticos da mentoria. É uma homenagem à família e aos amigos de cada aluno, aqueles que com toda a paciência são as cobaias dos intermináveis treinos.  A sequência de fotos mostra o marido da Eliane, que  entre uma pose e outra, entre um teste de luz e outro, entre uma composição e outra, distrai-se calmamente jogando seu “Sudoku”. Dá pra ter um retrato de família mais verdadeiro e carinhoso que este?

 

sudoku

Comentários